Mobilidade empresarial: o que é isso e qual é a importância?

Um gestor de empresas precisa se reciclar continuamente. O motivo é simples: o meio corporativo é altamente dinâmico. O ciclo para surgimento de novas tendências, demandas, práticas e recursos é muito acelerado. E ficar para trás não é uma boa opção se você quer ter um negócio competitivo no mercado.

Uma das novas estratégias que você precisa conhecer e implementar é a mobilidade empresarial. Se ainda não sabe o que é isso, fique atento! Neste post, vamos responder a todas as suas principais perguntas sobre o assunto.

O que é Mobilidade Empresarial

Basicamente, estamos falando aqui da adoção de práticas que favorecem o uso da tecnologia móvel na empresa.

Como você sabe, smartphones e tablets estão cada vez mais poderosos; e os recursos criados especificamente para esses aparelhos — principalmente os apps — acompanham essa evolução. O resultado é um cenário em que você pode realizar os mesmos trabalhos que faria com um computador por meio de um aparelho que não tem restrições espaciais.

Muitas empresas estão investindo em fornecer smartphones para uso corporativo aos seus colaboradores. O foco principal dessa estratégia é nos gestores e nas equipes comercial e de marketing, que precisam sair da empresa com frequência para fazer visitas, reuniões, almoços de negócios, viagens para feiras e congressos.

Por que a Mobilidade Empresarial é importante

Implementar uma estratégia de mobilidade empresarial não é frescura. Essa decisão traz vários benefícios práticos. Vamos listar cinco deles, apenas para começar.

1. Aumento da produtividade

Alguns gestores têm receio de que a adoção oficial das tecnologias móveis dentro da empresa venha a prejudicar a produtividade da equipe. Porém, o que acontece é, na maioria dos casos, exatamente o contrário.

A Mobilidade Empresarial representa a possibilidade de que seu colaborador aproveite cada momento disponível para trabalhar. Imagine, por exemplo, que ele está no táxi, a caminho do aeroporto; ele pode fazer chamadas de vídeo, responder e-mails e revisar documentos durante o deslocamento.

Mas se mesmo com todos os recursos disponíveis a produtividade da sua equipe continuar baixa, é um sinal de que a Mobilidade Empresarial está sendo mal aproveitada. Fique atento!

2. Agilidade na resolução de problemas

Em alguns casos, ter um colaborador “incomunicável” durante algumas horas não chega a ser algo dramático. Mas a resposta é outra quando a resolução de um problema urgente depende desse colaborador. Então, o que fazer quando ele está em uma viagem de três dias visitando um cliente no exterior?

É nesse momento que a implementação de uma estratégia de Mobilidade Empresarial torna-se indispensável. Afinal, as atividades da empresa não podem ficar suspensas até que o colaborador retorne. Mas, se ele estiver equipado com um smartphone ou tablet de uso corporativo, é possível entrar em contato (seja por meio de telefonema, mensagem de texto ou chamada de vídeo) e dar andamento à resolução do problema.

3. Motivação dos colaboradores

Esse é um benefício ainda mais forte em negócios de pequeno e médio porte, nos quais a Mobilidade Empresarial ainda é uma prática menos comum.

Do ponto de vista do colaborador, o smartphone ou tablet corporativo é uma demonstração de que a empresa entende as dificuldades inerentes ao seu trabalho e de que está disposta a investir nele. Seu funcionário vai se sentir valorizado, e isso afeta diretamente sua motivação.

Porém, tome cuidado. Sua equipe não pode confundir a estratégia de Mobilidade com uma distribuição de presentes. Todos precisam entender as regras relacionadas ao uso dos aparelhos e dos aplicativos.

Por isso, também é inteligente adotar apps corporativos, que tenham recursos para gerenciar as ações dos usuários cadastrados. Assim, você poderá identificar se estiver havendo qualquer tipo de mau uso, ou uso abusivo.

4. Redução de custos em relação aos aparelhos

Não, você não entendeu errado. É possível, sim, reduzir os custos ao implementar a Mobilidade Empresarial. Apesar das despesas com os aparelhos, recargas e planos de dados, você ainda consegue economizar. Basta pensar nas alternativas possíveis. Vamos lá?

Primeiro, vamos considerar que a sua equipe precisa sair da empresa. Não é possível desempenhar suas atividades 100% da mesa do escritório. Em outras palavras, é fato que eles estarão ausentes em certos momentos.

Dito isso, você poderia oferecer notebooks para que eles trabalhem remotamente, durante uma viagem, por exemplo.

Acontece que, geralmente, um notebook é mais caro do que um smartphone. Além disso, ele apresenta mais riscos de danos ou até de roubo, pelo seu tamanho. E não se esqueça de que os notebooks não possuem acesso à internet móvel; portanto, seria necessário gastar também com um modem portátil para cada um. No final, ele representa um custo mais alto.

A outra opção é simplesmente deixar seus colaboradores sem nenhum equipamento para trabalhar remotamente. O problema, nesse caso, é o custo de oportunidade.

Imagine que seu vendedor está visitando clientes durante o dia todo, sem um aparelho para acompanhar os e-mails, por exemplo. Nesse período, ele certamente vai receber várias solicitações de orçamento. Se um único solicitante ficar sem paciência para esperar pela resposta o dia todo e comprar de outro fornecedor, pronto: você já perdeu uma venda.

Uma terceira alternativa, ainda, seria contratar alguém apenas para manter o trabalho administrativo caminhando, enquanto seus colaboradores estão fora da empresa. Mas, nesse caso, você gasta com o salário desse colaborador adicional — um valor que, considerando todas as implicações e os riscos, sai bem mais caro do que a implementação da Mobilidade Empresarial.

5. Redução de custos (por meio dos apps)

Nós já explicamos os motivos pelos quais adotar a mobilidade empresarial traz, sim, uma possibilidade de reduzir custos. Então, por que falar sobre isso de novo? É que, no item anterior, nosso foco foi na questão dos aparelhos. Mas agora vamos falar sobre o papel dos apps nessa economia.

Existem vários aplicativos para uso corporativo, desenvolvidos exatamente para que as empresas possam adotá-los em seus processos via smartphone ou tablet. Por exemplo, graças a esses apps:

  • um colaborador pode compartilhar um documento em tempo real com o restante da equipe, mesmo estando do outro lado da cidade;
  • um gestor pode participar de uma reunião estratégica enquanto está em outra unidade da empresa;
  • um vendedor pode acionar pessoalmente um serviço de táxi corporativo para se deslocar entre visitas aos clientes.

Esses são apenas alguns exemplos. E o melhor é que muitos desses apps oferecem um preço reduzido pelo serviço, pois a plataforma é simplificada. Alguns disponibilizam seus serviços gratuitamente — por exemplo, o uso do Skype para chamadas de vídeo é livre. No caso do app de táxi, você pode conseguir tarifas mais acessíveis.

Todos esses benefícios se acumulam para fazer com que a estratégia de Mobilidade Empresarial seja uma alternativa muito eficaz para impulsionar a performance da sua equipe e, claro, do negócio como um todo.

Quer saber mais sobre esse assunto e, principalmente, sobre apps corporativos que podem impulsionar o sucesso de sua empresa? Então, siga o perfil da 99CORP no FacebookGoogle+ e Twitter, para não perder nenhum dos nossos conteúdos exclusivos!

Veja Também

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *