Maio Amarelo: a campanha mundial por um trânsito seguro

Simbolizado pela cor da atenção no semáforo, o Maio Amarelo propõe uma reflexão sobre os cuidados que todos devemos ter no trânsito.

Você já deve ter acompanhado, nos últimos dias, algumas informações sobre a importância da prudência nas vias, em propagandas, noticiários, até monumentos iluminados na cor amarela, entre outras. Essas ações fazem parte do mês da conscientização e discussão sobre prevenção de acidentes com veículos e pessoas.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 1,35 milhão de pessoas morrem a cada ano por acidentes de trânsito. Mas, quando se detalha este número, o cenário se torna mais impactante:

  • Os acidentes causam à maioria dos países 3% do seu produto interno bruto.
  • As lesões são a principal causa de morte de crianças e jovens entre 5 e 29 anos.
  • Entre 20 e 50 milhões a mais de pessoas sofrem lesões não fatais, com muitas delas incorrendo em uma deficiência como resultado de sua lesão.

A instituição ainda calcula que, se não houverem mudanças, 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 e 2,4 milhão em 2030. É, de fato, um tema emergencial.

O sentido é a vida

Foi pensando neste contexto que, em maio de 2011, a ONU lançou a Década de Ação para a Segurança no Trânsito (2011-2020) como parte das ações da Agenda 2020 para o Desenvolvimento Sustentável. A organização reconhece que a “segurança é um pré-requisito para assegurar vidas saudáveis, promover o bem-estar e tornar as cidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis.”

O Maio Amarelo faz parte dessa agenda. A ideia é engajar e propagar conhecimento unindo as diferentes esferas da sociedade, como civis, empresas privadas e órgãos do governo, em torno de uma único objetivo: o trânsito deve ser seguro para todos em qualquer situação.

Em sua sexta edição, a campanha deste ano faz referência à sinalização e suas regras, inspirada nos cinco sentidos humanos. O movimento leva o nome “No trânsito, o sentido é a vida” e propõe uma reflexão sobre a mobilidade urbana, a importância de seguir as normas, sinalizar seus percursos e, acima de tudo, priorizar a manutenção da vida.

Como parte desse meio e ciente que pode contribuir com a conscientização por um espaço mais respeitador, a 99 irá disponibilizar – especialmente para os motoristas – três episódios de podcast (o 99cast) sobre segurança do motorista e do usuário, além de um quizzie no próprio app, com questões relacionados ao tema e à empresa.

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *