Falta de planejamento financeiro pode ter um alto custo para a empresa: endividamento. Para manter sua empresa longe das dívidas, um empreendedor precisa ter domínio sobre o capital que possui e manter o negócio sempre ativo. Sendo assim, fazer a gestão do seu fluxo de caixa é fundamental.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Serasa Experian, o número de empresas inadimplentes no Brasil chegou a 5,3 milhões em dezembro de 2017, um crescimento de 500 mil CNPJs (10,8%) em relação ao mesmo mês de 2016. Geralmente, gestores perdem o controle de suas finanças após contraírem as primeiras dívidas, por essa razão é tão importante ter uma boa gestão de contas.

Veja algumas dicas importantes para não contrair dívidas:

Mantenha o fluxo de caixa sob controle

O fluxo de caixa é um acompanhamento de todas as transações financeiras do seu negócio em um determinado período. Isso inclui as despesas e recebimentos, o que ajuda o gestor a saber quando é possível investir e quando se deve apertar o cinto. Leve em consideração as movimentações do caixa para planejar os próximos passos da empresa.

Use crédito com responsabilidade

Empréstimo não precisa ser visto como algo horrível para sua empresa. É possível usá-lo como aliado quando feito com planejamento. Programe-se para saber exatamente qual valor pedir, como aplicar, entender o tamanho do retorno e negociar um método de pagamento adequado às suas finanças. Assim, ele dificilmente se tornará uma daquelas dívidas que consome seu negócio aos poucos.

Crie metas e indicadores de desempenho

Ao criar metas, um empreendedor tem uma ideia mais clara de onde quer que sua empresa chegue e se ela está no caminho certo. Crie metas: seja para diminuir pontos negativos do seu caixa como gastos excessivos e sem necessidade, ou para aumentar os positivos como o faturamento e novos clientes. Quanto mais focado no caminho de crescimento sustentável sua empresa estiver, menores as chances dela se endividar.

Tenha uma política de cobrança eficiente

Empresas não devem esperar os momentos de aperto para implementarem uma política de cobrança que seja constante e eficiente, afinal dinheiro de vendas a prazo ou mesmo de dívidas dos seus clientes pode fazer toda a diferença na hora de fechar as contas.

Mantenha uma planilha de atuais devedores, com os valores de cada um, quando foi a última cobrança, se já houve algum acordo anterior. Em seguida elabore um calendário para enviar lembretes, pode ser e-mail, SMS ou correspondência por Correios.

Veja Também