O crescimento da empresa é um dos maiores objetivos de quem entra no empreendedorismo. Afinal, quem não quer ver o seu próprio negócio crescer? É muito gratificante perceber que todo o trabalho do empreendedor e da equipe está gerando bons resultados, aumentando o lucro, a satisfação de clientes, funcionários, etc. Em resumo: crescer é o sinal de que boas atitudes foram tomadas.

Porém, não são todos que conseguem ver a empresa decolar. Ao contrário: é grande o número de companhias que não ultrapassa os primeiros anos de vida. Também são muitas aquelas que ficam estagnadas e não conseguem produzir mais e melhor, o que faz com que se aproximem do fracasso. Crescer não é algo simples, mas é fundamental para garantir que o negócio continue e evolua.

Para isso, é essencial repensar algumas atitudes. Empreender exige analisar e mudar ações, especialmente em tempos de crise como o que estamos passando. Por isso, veja agora 7 coisas que você deve repensar para o crescimento da empresa!

Conhecer bem a sua empresa

Muitas vezes, empreendedores e empreendedoras acreditam que sabem tudo o que precisam a respeito dos negócios, principalmente se estiverem na área durante algum tempo. Mas você realmente conhece a sua empresa?

Sabe qual é a missão, a visão e os valores do negócio? Quais as despesas dos seus funcionários? Quais são os números relacionados a clientes, vendas, capital de giro e outros dados importantes? Como está o mercado, os concorrentes diretos e os fornecedores?

 

post-2

Ao longo do tempo e em meio à correria do dia-a-dia, você pode ter se esquecido de informações importantes. Mas sem conhecimento, fica muito mais difícil propor soluções e tomar decisões, sem contar que o negócio ficará exposto a riscos. Não conhecer a fundo o seu próprio empreendimento pode abrir brechas que vão minar as suas chances de crescimento.

Portanto, sempre recapitule ou mesmo busque saber toda e qualquer informação referente à empresa. É com isso que você poderá agir de maneira mais segura e com base na realidade.

Não ficar na zona de conforto

A zona de conforto é uma grande armadilha para quem deseja o crescimento da empresa. Se cair nela, você tende a estagnar, agir apenas para manter tudo funcionando e entrar no piloto-automático. Isso pode custar caro: perder boas oportunidades, não se adaptar a mudanças, ver os concorrentes crescendo, etc.

Fuja disso. Se você percebeu que tudo caminha muito bem, não caia na zona de conforto e mexa-se. Busque ir além do necessário, pensando em maneiras de progredir. Se o seu empreendimento estacionar, pode ter certeza de que será ultrapassado e, quando você menos esperar, ele se tornará obsoleto.

Inovar

A inovação é um bom jeito de não cair na estagnação. As empresas mais inovadoras do mundo são aquelas que não se contentam apenas com bons resultados e buscam formas diferentes de fazer o que fazem. Isso proporciona a melhoria contínua de seus produtos ou serviços e, como consequência, elas conseguem crescer muito mais do que as outras.

E não pense que inovar significa apenas fazer altos investimentos em tecnologia: você pode ter inovação reduzindo custos de forma inteligente, repensando estratégias, simplificando processos, recebendo sugestões da equipe ou se reinventando. E em um mundo cada vez mais tecnológico e instantâneo, inovar acaba se tornando uma prática comum e fundamental para o crescimento de qualquer empresa.

Usar a tecnologia

Como falamos, não é preciso investir grandes valores para ter recursos tecnológicos que farão diferença nos números do empreendimento. Com a popularização da tecnologia, é cada vez maior o número de aplicativos, sites, programas e empresas que oferecem para você um gigantesco leque de funções e serviços que barateiam custos, agilizam processos e aumentam a segurança das atividades comerciais.

Logo, use e abuse da tecnologia. Você pode encontrar desde sistemas de gestão online que facilitarão o controle financeiro do negócio até soluções em transporte que deixam mais prático, seguro e, principalmente, mais barato o deslocamento de seus colaboradores.

Rever parcerias

Os parceiros e fornecedores de um empreendimento são peças importantes no mundo dos negócios. Toda empresa depende de outras para crescer. Elas podem ajudar ou atrapalhar nessa tarefa, dependendo de como executam os serviços.

Dessa forma, é importante rever quais são os seus parceiros e qual a qualidade do serviço. Se você perceber que um determinado fornecedor não está realizando um bom trabalho, vale a pena conversar, tentar mudar a situação ou mesmo buscar outra empresa que possa executar o mesmo trabalho de uma maneira mais eficiente, o que só traz benefícios para o seu negócio.

Motivar a equipe

Quem se coloca na posição de gestor precisa saber o máximo possível sobre liderança. E uma das lições mais básicas é engajar os seus liderados. Ninguém consegue carregar uma empresa nas costas. E contar com um time motivado aumenta as chances de o negócio crescer e, assim, todos saírem satisfeitos.

Motivar os funcionários não envolve apenas pagar bons salários ou dar agrados financeiros: envolve qualificação profissional, um bom clima de trabalho e atitudes que podem parecer pequenas, mas que ajudam muito a criar uma sensação de pertencimento e a dar aos colaboradores a ideia de que só têm a ganhar se dedicando. Disseminar a ideia de que todos podem contribuir para o crescimento da empresa é fundamental.

Gerenciar gastos com transporte

Os gastos com transporte podem consumir mais recursos de seu negócio do que você pode imaginar. Isso acontece porque nem sempre há uma gestão correta dos valores, das formas de uso e das quantidades de viagens realizadas pelos funcionários. Não gerenciar bem esse ponto abre espaço para gastos desnecessários e até fraudes.

Portanto, acompanhe de perto tudo o que se gasta em seu empreendimento com transporte. Você poderá ver onde se gasta muito ou pouco e de que maneira pode fazer deslocamentos mais eficientes. Além disso, poderá se proteger de práticas ilícitas.

Gerenciando o transporte, você terá inclusive a possibilidade de buscar meios mais rápidos de deslocamento. Afinal, tempo é dinheiro, e quanto mais desses dois itens você tem, mais poderá fazer pelo crescimento da empresa.

Falando em gastos, como estão os custos do seu negócio? Se você quer deixar de perder dinheiro, leia agora como realizar a gestão de custos em sua empresa!

Veja Também